Cultura, informação e bem estar.

Inédito no Estado, transporte gratuito em Luzimangues beneficiará trabalhadores, estudantes e mães de família

Leis que vão permitir subsídio são sancionadas pelo prefeito; ônibus de graça começa dia 1° de fevereiro. Foto-Rose-Silva

Na quarta-feira, 3 de janeiro, o prefeito de Porto Nacional, Ronivon Maciel oficializou a sanção da Lei Complementar n° 111 (Conselho Municipal do Transporte) e da Lei Complementar n° 109 (Fundo Municipal de Transporte), ambas do final de 2023. Essas normas permitirão a implementação de subsídios para viabilizar o transporte coletivo gratuito dentro do Distrito de Luzimangues.

O subsídio destinado à empresa responsável pelo transporte será de R$ 100 mil mensais. Atualmente, as linhas de Luzimangues atendem 600 passageiros diariamente em trajetos de ida e volta, com o custo individual de R$ 3,25 por cada trecho.

A gratuidade dentro de Luzimangues começa a partir do dia 1º de fevereiro. Ela foi necessária porque a empresa responsável vai acabar com integração gratuita das linhas do distrito com Palmas, o que fatalmente faria muita gente ter de pagar duas passagens.

O vice-prefeito Joaquim recordou a luta antiga que remonta à época em que ele e o  prefeito Ronivon eram vereadores, com os dois reivindicando transporte de qualidade em Luzimangues.  Muitas mulheres mães de famílias que já precisaram atravessar a pé a ponte que liga Palmas a Luzimangues para trazer comida para suas mesas.

 

Você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não aceitar, se desejar. Aceitar Saiba Mais